quinta-feira, 4 de julho de 2013

Designer?!? Autor de Joia?!?! Ourives!?!? Joalheiro?!?!??

 
É muito comum os futuros alunos virem à escola de Joalheria em busca do curso de "DESIGN DE JOIAS". Muita gente quer ser designer de joias...virou febre!
Mas quando chegam começam a entender que a questão vai muito além de um 'título" bonito e charmoso. Fazemos questão de esclarecer tudo isso na primeira visita.
Designer é diferente de Autor de Joias, que é diferente de Ourives que também é diferente de Joalheiro.
Mas não é tão difícil assim entender, na verdade é bem simples e você vai compreender tudo isso lendo esse texto, assim, fácil e rápido.
Importante deixar bem claro que antes de ingressar num curso é preciso saber "O QUE VOCÊ QUER", isso é fundamental.
E não basta pensar no que é "gostoso" de fazer, é preciso unir o útil ao agradável. A gente não vive de aparências e atividades prazeirosas, infelizmente, precisamos nos manter. A questão financeira é muito importante e aqui no Atelier Márcia Pompei fazemos questão de deixar isso bem claro. Não basta que o aluno faça um curso conosco, queremos que ele seja bem sucedido, que ingresse numa carreira, num negócio que seja o escolhido (e bem escolhido), sabendo de todas as dificuldades, de todas as perspectivas para o futuro, do bom e do ruim porque nada é perfeito, nada é só beleza, o caminho tem muitas pedras e ainda bem! é com elas que aprendemos, que crescemos.

É preciso se perguntar:
- O que gosto de fazer?
- Quais minhas habilidades?
- O que faço de melhor?
- Qual público é mais acessível para mim atualmente?
- Que tipo de peça quero produzir e vender? quais materiais? peças exclusivas ou em escala?

A partir das primeiras respostas podemos direcionar o candidato para o melhor caminho, o que lhe é mais vantajoso.
Não adianta fazer 'tudo quanto é curso" se você não vai usar isso na prática. É preciso foco, é preciso sensatez e bom senso, principalmente quando se fala em gastar dinheiro.
Um curso é um investimento desde que ele lhe seja útil um dia, caso contrário é perda de tempo e capital.
Então, informe-se bem antes de começar qualquer coisa.
Vamos entender um pouco sobre essas 'categorias" mencionadas no título dessa matéria:

- Designer de Joias - é quem cria a peça ou coleção. Trabalha com a questão artística e também técnica. É importante que o designer conheça os processos de manufatura da joia senão corre o risco de criar algo que não possa ser executado. O designer deve acompanhar a peça desde a criação até seu término, verificando se ourives, cravador, e outros profissionais envolvidos, são fiéis à criação, ao desenho. Ele deve informar medidas, gemas e suas classificações, tipos de cravações, entre outras questões técnicas. Um designer não executa a peça em metal. É uma profissão que tem sido valorizada de uns tempos para cá devido às mudanças sofridas no conceito de "joia". Hoje a joia é muito mais um conceito do que um bem material. No Brasil o Designer de Joias não está totalmente legalizado quando falamos em capacitação profissional, as empresas não exigem necessariamente que o candidato apresente um certificado, ainda é muito informal mas isso está mudando.

- Autor de Joias - é quem une duas atividades, a de Designer de Joias com Ourives. Ele cria e executa a joia. Alguns preferem criar no papel e depois executar, outros executam enquanto criam a peça em sua cabeça. O Autor de Joias costuma fazer peças exclusivas, únicas. São peças que não serão reproduzidas em escala.

- Ourives - é aquele que materializa uma joia, ele se baseia num desenho ou foto para trabalhar metal e pedras. O ourives não cria (normalmente), ele apenas reproduz algo que lhe é passado. Há diversas ramificações nos profissionais da joia hoje. Normalmente o ourives não faz tudo, ele encaminha cravações delicadas para um cravador, os detalhes de galvanoplastia para alguém que presta esse serviço, o mesmo para esmaltação, gravação, etc etc etc. São especializações dentro dessa categoria.

- Joalheiro  - os dicionários mais conceituados definem como "quem vende ou comercializa joias", "quem fabrica joias". Quando esse termo é usado pode se referir à pessoa que vende joias, que tem um negócio com joias, ou mesmo quem as faz, quem as fabrica. É um termo mais amplo e abrangente, mas também sem ser muito específico.

Espero que essa matéria possa esclarecer algumas questões e facilitar seu ingresso nesse setor que é tão atraente quanto vantajoso (desde que bem trabalhado).

Se você quiser ver como se faz uma aliança tradicional clique aqui!

Atelier Márcia Pompei - escola de joalheria
www.ateliermarciapompei.com.br
www.joia-e-arte.com.br
www.atelier-mp.blogspot.com
www.facebook.com/ateliermpompei
11 5181-7968
atelier@joia-e-arte.com.br ou ateliermarciapompei@gmail.com

2 comentários:

Zélia Lelis da Fonseca disse...

Preciso alguém que faça Anel de Formatura, q. não seja de Schooping onde encontrar um joalheiro?

Flora disse...

Muuuuito obrigada! :)